O AUXÍLIO ATRAVÉS DA ORAÇÃO

22.07.2020

 

O AUXÍLIO ATRAVÉS DA ORAÇÃO
 

Em tempos tão atribulados, surge em algumas pessoas um forte impulso. O emaranhado de confusões, o estado de aflição e o sofrimento atuam agora com insistência, forçando uma breve percepção da própria incapacidade e pequenez. Por meio dessa realidade imposta, desperta mais facilmente o ímpeto para a oração, de várias formas, no terreno assim tornado mais fértil.

 

A oração foi e será sempre um grande auxílio à disposição de cada ser humano, principalmente nos momentos mais difíceis. Aquela oração surgida no silêncio, sem necessidade de palavras, quando todo o pensar é sobrepujado por um profundo sentimento. Provocado por grande dor ou angústia, surge como um forte clamor do eu interior, que pede por esclarecimento, auxílio, alívio, por um caminho claro.

 

Quando acompanhada de um reconhecimento interior, fundamentado em legítima humildade, essa verdadeira e forte oração sobe naturalmente para paragens mais elevadas, de onde unicamente pode advir o efetivo e verdadeiro auxílio.

 

Vivemos agora um momento de intensas adversidades, tanto em âmbito coletivo como individual. Especialmente o seu avolumar crescente, de imprevisível desfecho. O significado desse momento presente, de imprevisibilidade, de descrédito e falta de esperança, cada qual deverá em última instância buscar em seu íntimo, através de profunda reflexão intuitiva. Um momento tão distinto deverá ter um sentido, um porquê. A repetida necessidade de distinguir esse momento, de explicá-lo, já presume a existência de algo muito especial relacionado a esta nossa época.

 

Sensivelmente tocadas pela contundência desse atual vivenciar, muitas pessoas lembram e buscam por Deus, através da oração. Há muito tempo o ser humano desconhece esse processo, pois substituiu a oração simples, por um encadeamento vazio de palavras, recitadas sem a mínima intuição.

 

Mas pela sabedoria e graça do nosso Criador nos foi dado esse poderoso instrumento. Tal qual uma ferramenta de inigualável amplitude, a oração é capaz de nos proporcionar um completo auxílio durante a peregrinação por esta Terra. Como se pudéssemos manejar uma luminosa espada através dos mundos mais finos, desfazendo rapidamente todo o mal, e simultaneamente erguêssemos um radiante escudo, concedendo-nos ampla proteção.

 

A oração nos conduz ao correto movimento ascendente do espírito, quando elevada por um profundo bem querer, pela saudade de nossa origem, dos mundos luminosos para onde um dia almejamos retornar. E por isso ela se torna esse imensurável auxílio, do qual não podemos prescindir! Sendo ela pura e sincera, somos presenteados com o leve pressentir da magnificência, da grandeza e da suprema perfeição de nosso Deus. Podemos estar em íntima sintonia com estas elevadas vibrações, nem que seja por poucos segundos, o que provoca por vezes um sentimento de felicidade e bem-aventurança.

 

Cada ser humano deveria pedir tudo aquilo que sente ser necessário ao verdadeiro desenvolvimento de seu espírito, seu próprio eu. Naquilo que tem dificuldade, recebe força e calma, tornando-se aos poucos capaz e seguro para superar os obstáculos. Na dor lhe advém conforto e alento; e muitas vezes a oração lhe traz também reconhecimento e sabedoria. Nas vivências e na superação através da utilização da força recebida, seu íntimo se fortalece, tornando-se capaz e desejoso de auxiliar seu semelhante, voluntariamente e sem qualquer interesse próprio.

 

Quando assim pedido, assim também lhe é dado, pois seu pedido vibra dentro das leis espirituais que tudo regem! O contrário, porém, ocorre com aqueles pedidos provenientes do desejar egoístico, oriundos do intelecto. Estes não encontram eco, e deles não pode retornar nenhum auxílio...

 

O alvo máximo de todos os pedidos, contudo, cuja base e propulsão deve advir de uma profunda humildade e saudade pela Luz, é o pedido pelo despertar espiritual e pelo reconhecimento da Verdade. A Verdade, por fim, indica-lhe o caminho, trazendo aos poucos a compreensão. O ser humano, assim desperto, poderá ser conduzido com segurança por tudo aquilo que ainda estiver por vir.

 

“Decorrente de lei eterna, uma pressão de expiação inalterável pesa sobre vós, a qual nunca podereis passar para outros. O que carregais mediante vossos pensamentos, palavras ou ações, ninguém mais, senão vós próprios, pode resgatar! Ponderai bem, pois de outro modo a justiça divina seria apenas um som oco, caindo tudo o mais consigo em ruínas.Assim, pois, libertai-vos. Não desperdiceis nenhuma hora para ultimar essa pressão de expiação! A sincera vontade para o bem, para o melhor, e que se reforça por meio da oração profundamente sentida, traz a libertação!”(Na Luz da Verdade - Mensagem do Graal, de Abdruschin).

 

Breno Castro

 

(Conheça as obras publicadas pela Ordem do Graal na Terra. Acesse: bit.ly/livros-OGT)

 



 

Please reload

Posts Recentes

16.04.2020

Please reload